terça-feira, setembro 04, 2012

Cometi uma gafe, mas conheci uma bela história de superação.

Harry Thomas Jr - Running NewsEssa semana cometi uma gafe, foi sem querer e por pura falta de informação, mas não deixou de ser uma gafe. Apesar do pequeno constrangimento gerado, esse “mico” me permitiu conhecer uma bela história de superação e dedicação as corridas.

O nome da vítima da gafe é Harry Thomas Jr. fundador do primeiro site brasileiro de corridas de rua o maratona.com.br, e posteriormente, do Webrun. Agora no comando do Running News. Conheci ele nos primeiros dias de Correr Vicia, numa das várias pesquisas sobre atletas e blogs de corridas que fiz na época. É quase impossível pesquisar sobre corridas de rua no Brasil e não chegar até o Harry.

Desde então acompanhei seu trabalho principalmente através do Twitter (@blogdoharry), onde ele está presente assiduamente. Foi através dessa rede social que acabei fazendo o primeiro contato com ele, ao encaminhar nossos posts sobre a participação na NYC Half Marathon ‘12. Ele inclusive retornou na época dando um feedback muito legal.

Mas foi também através do twitter que acabei cometendo a gafe desta semana. No intuito de divulgar o podcast, encaminhei ao Harry uma mensagem direta com o link do programa. Demorou 3 dias para que ele me respondesse, e por consequência, que eu descobrisse a gafe que tinha cometido.

Que o Harry é uma celebridade do mundo das corridas no Brasil eu já sabia, e isso me fez admirar seu trabalho na divulgação do esporte principalmente através da internet. O que eu não sabia é que ele tinha uma deficiência, e que justo essa deficiência impediria ele de conhecer nosso podcast. O Harry é surdo!!!

twitter com harry

Isso mesmo, a minha gafe foi encaminhar um programa de áudio para um deficiente auditivo. O Harry me respondeu a mensagem educadamente falando de sua deficiência e perguntando do que se tratava. Me restou responder pedindo desculpas pela gafe dizendo que não sabia do seu problema e explicar que se tratava de um podcast sobre as corridas de Santa Catarina.

Aproveitando o que aconteceu, Harry publicou na sua timeline do twitter um vídeo de uma matéria realizada sobre ele no programa Vamos Correr da ESPN, para que outros seguidores desatentos como eu pudessem saber melhor sobre sua história de vida.

Descobrir a deficiência do Harry só fez aumentar minha admiração pelo seu trabalho e agora também por sua superação como ser humano e atleta. Mais um exemplo de que não existem obstáculos intransponíveis nesse mundo, o que existe é vontade de supera-los ou não.

Obrigado pela lição de vida Harry, e mais uma vez, desculpe pelo mico!!!

Assista o vídeo sobre a história de Harry: (A partir do 1:15 começa a reportagem)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...