terça-feira, janeiro 21, 2014

8 dicas para não “fritar” nos treinos de verão.

run burning

Calorão, não tem quem não reclame dele nos treinos de verão. Praticamente todos tem alguma história de “fritada” durante uma corrida ou treino.

Mas convenhamos, é ruim, mas não é motivo pra deixar de correr, basta adaptar-se. Planejamento e inteligência nessas horas é fundamental para continuar evoluindo nos treinos sem perder para os dias calor.

Seguem então 8 dicas para não fritar (ou fritar menos!) nos treinos de verão:

  1. Hidrate-se:

    Se essa dica já é importante nos dias frios, não precisa nem comentar sobre sua importância nos dias quentes, né? Você não precisa tomar 2 litros de água durante o treino, mas não deixe de repor líquidos. Em treinos mais longos, os isotônicos também podem ajudar com a reposição de sais minerais.
  2. Corra bem cedo (ou tarde!):

    Parece óbvio, mas canso de ver gente correndo as 10h da manhã, sob um sol de rachar e reclamar que o treino não rendeu! Quer treinar decentemente, quer treinar forte? Então escolha os horários certos, ou seja, bem cedo, ou a noite!
  3. Planejar:

    Planeje seus treinos, esquecer algum detalhe pode fazer seu treino virar um martírio. Carregue sua água, ou se você é como eu que não curte carregar peso extra, leve dinheiro e escolha um percurso onde você possa comprar água. Parar 2 minutos para comprar uma garrafinha d’água não vai prejudicar em nada seu treino. Outro recurso que uso quando treino em circuito, é levar uma garrafinha de casa e esconder no trajeto, cada vez que passo por ali tomo um gole!
  4. Acostume-se com o calor:

    É verão, o calor faz parte, não reclame, simplesmente acostume-se. Aproveite para desafiar-se e encare as horas de fritada como um treinamento mental também. Afinal, quando chegar o frio, todo esse esforço vai ter valido a pena.
  5. Vista a roupa certa:

    Camisetas leves ou até mesmo sem camiseta. Nada de roupa escura, outro dia vi um corredor todo de preto correndo em pleno sol, pensei na hora: “- Não vai longe!”. Óculos escuros são muito úteis pra quem corre em lugares muito claros como na praia, e claro não esqueça do boné, ou viseira, além de proteger o rosto do sol, eles ajudam a não deixar escorrer suor da testa para os olhos (eu odeio quando isso acontece!).
  6. Busque a sombra:

    Na hora de planejar o percurso, não esqueça de pensar se existem trechos com sombra que possam fazer parte dele. Um trecho com sombra no percurso vai te dar aquela refrescada física e mental.
  7. Use o bom senso:

    As vezes o treino não rende, não tem jeito. Forçar a barra pode te causar enjoos, dor de cabeça e até desmaios, não vale a pena. Se não conseguir encaixar o treino, não se preocupe, amanhã é outro dia e tudo vai ser melhor.
  8. Vá com calma:

     
    No calor a FC é naturalmente mais elevada, ou seja, correndo com temperaturas altas, você vai atingir as zonas limites mais rapidamente. Para quem se baseia nos bpm para realizar o treino, vai perceber que o ritmo acaba sendo menor, relaxe e curta a corrida.

Bom galera, reclamar do calor pode, o que não pode é deixar de treinar! Boa fritada a todos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...