quarta-feira, agosto 20, 2014

Não foi acidente.

Nunca fui ao campus da USP, nem imagino como são as vias utilizadas por corredores e ciclistas paulistas. Talvez por esse mesmo motivo não conhecia nem de nome o Sr. Álvaro Teno e tampouco a Sra. Eloisa Prado, principais vítimas do estúpido crime (#naofoiacidente) cometido no local mais tradicional para treinos de corrida de São Paulo.

Álvaro teno

Foram 5 atropelados por um idiota bêbado, entre eles Eloisa (43), que teve as pernas completamente quebradas, entre outras fraturas na face e quadril e o Álvaro (67) que faleceu deixando esposa e filhos por causa de uma estupidez.

A proximidade dos fatos, fez muitos corredores sentirem-se ameaçados, coagidos. Não houve corredor que ao saber da notícia não tenha pensado....podia ter sido eu! É claro que a tristeza por saber da perda de uma vida por um ato imbecil entristece quem quer a paz, mas pensar que ainda podemos ter novas vítimas e que essa vítima pode ser um de nós, assusta muito.

Onde treino, aqui no campeche, vivo está sensação de "próxima vítima" desde que comecei. A avenida por onde treino, é avenida só no nome, é uma rua de pista simples e mão dupla, com um agravante, na grande parte do trajeto não existem calçadas, ou seja, a corrida é literalmente na sarjeta.

Pra piorar um pouco mais, o bairro é um dos locais com mais construções em Florianópolis, o que significa que não são apenas carros e ônibus que nos espremem na sarjeta, mas vários caminhões também.

Sempre que eu ou a Juliana, vamos treinar sozinhos, é impossível que o outro não fique preocupado. Falando por mim, nunca fiquei tranquilo. Sempre tomamos cuidados com a segurança: corremos sem fones, na contra mão, com sinalização, mas tudo isso contra um carro descontrolado não é nada, muitas vezes não passa de conforto psicológico para conseguir coragem de encarar a rua.

Como sempre fez nos finais de semana, Luiz Antônio Machado, bebeu todas entrou em seu carro e bêbado saiu por aí tentando matar alguém. Não era a primeira vez que ele colocou a vida de outras pessoas em risco, a diferença é que naquela manhã de domingo ele atingiu seu objetivo, cometeu um crime, um assassinato....porque quem bebe e dirige não causa acidente, comete crime! #naofoiacidente

Quer ajudar acesse o link e assine: www.naofoiacidente.org

Saiba mais: CLIQUE AQUI

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...